Missão

O serviço SIV tem como missão garantir cuidados de saúde diferenciados visando melhorar os cuidados prestados em ambiente pré-hospitalar, nos termos e segundo as normas da organização Mundial de Saúde.

Presente nas ilhas com maior densidade populacional (São Miguel, Terceira, Faial e Pico), baseado nos Serviços de Urgência das Unidades de Saúde.

Pretende-se:

  • Colmatar uma lacuna grave na organização da emergência médica, melhorando o atendimento pré-hospitalar na Região Autónoma dos Açores;
  • Avançar para um patamar superior de proficiência para que se possa garantir uma maior eficácia e qualidade na emergência pré-hospitalar;
  • Capacidade de transpor ou atenuar a barreira geográfica que separa as ilhas dos Açores.

O Veículo

  • É um veículo de emergência pré-hospitalar, tripulado por um enfermeiro e um tripulante de ambulância de socorro, equipado com todo o material necessário para o Suporte Avançado de Vida na doença e no trauma;
  • Capacidade de transmissão de dados clínicos em tempo real, do local da ocorrência para qualquer computador com acesso à internet;
  • Utilização de protocolos de atuação específicos contendo ações autónomas e interdependentes da equipa de emergência;
  • Capacidade ampla de comunicação de informações, quer via rádio, telefone e também por videoconferência.

Tripulantes

Enfermeiro

  • Os enfermeiros terão como principal função a prestação de cuidados de emergência médica de acordo com os protocolos instituídos pelo SRPCBA e as orientações da Regulação Médica;
  • Os enfermeiros asseguram a chefia da equipa;
  • Possuem formação qualitativa de emergência pré-hospitalar;

Tripulantes de Ambulância de Socorro (TAS)

  • Os TAS são profissionais que terão por função colaborar na prestação de cuidados de emergência médica pré-hospitalar, de acordo com as suas competências e com as orientações do enfermeiro SIV;
  • Os TAS asseguram a condução do veículo;
  • Possuem formação base de emergência pré-hospitalar;

Médicos Reguladores

  • A regulação médica é efetuada por médicos de diversas especialidades, que terão por principal função a regulação da prestação de cuidados de emergência de acordo com os protocolos de atuação, bem como o encaminhamento da vítima/doente para a unidade de saúde mais adequada.