Comunicado Sismológico

Comunicado Sismológico 1/2018

  • 12, Fevereiro de 2018 às 05:03

Na sequência do comunicado COMUNICADO Nº 52/2018, emitido pelo Centro de Informação e Vigilância Sismovulcânica dos Açores que aqui se reproduz,

 

Atividade Sísmica na ilha de S. Miguel 

 

 

 

O Centro de Informação e Vigilância Sismovulcânica dos Açores (CIVISA) informa que desde as 23:47 horas (hora local = UTC-1) do dia 11 de fevereiro registou-se um incremento significativo da atividade sísmica na parte central da ilha de S. Miguel, numa zona epicentral localizada entre o Vulcão do Fogo e o Sistema Vulcânico Fissural do Congro.

 

 

 

Até ao momento foram registados mais de 100 eventos, tendo os mais fortes sido sentidos em Porto Formoso, Furnas, Vila Franca do Campo, Água d’Alto, Maia, Fenais da Ajuda e Rabo de Peixe, com uma intensidade máxima IV/V.

 

 

 

O CIVISA continua a acompanhar o evoluir da atividade, emitindo novos comunicados se a situação o justificar.

 

 

 



O Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores recomenda que sejam tomadas as seguintes medidas de autoproteção:

SISMOS
• Mantenha a calma e conte com a ocorrência de possíveis réplicas;
• Não acenda fósforos nem isqueiros, pois pode haver fugas de gás;
• Observe se a sua casa sofreu danos graves e saia imediatamente se suspeitar que não oferece condições de segurança;
• Caso duvide da integridade dos circuitos de gás, eletricidade ou água, desligue-os imediatamente;
• Nunca utilize os elevadores;
• Confirme a validade do seu Kit de emergência e reveja o seu conteúdo com o seu agregado familiar;
• Verifique se existem feridos e, se necessário, preste os primeiros socorros;
• Tenha cuidado com vidros partidos ou cabos de eletricidade. Evite ferimentos protegendo-se com vestuário adequado;
• Limpe imediatamente os produtos inflamáveis que se tenham derramado;
• Se puder, solte os animais domésticos, pois eles cuidam de si próprios;
• Afaste-se das praias porque pode ocorrer uma onda gigante (tsunami);
• Ligue o rádio, fique atento às recomendações difundidas e não contribua para a divulgação de boatos;
• Siga sempre as recomendações dos agentes das autoridades presentes, eles estão nos locais para o ajudar;
• Assim que oportuno, verifique a validade dos seguros da sua casa e viatura e certifique-se que têm cobertura para fenómenos sísmicos.
Imprimir