Comunicado Sismológico

Comunicado Sismológico 13/2019 (ATUALIZAÇÃO)

  • 02, Abril de 2019 às 20:42

Na sequência do comunicado 269/2019, emitido pelo Centro de Informação e Vigilância Sismovulcânica dos Açores que aqui se reproduz,

 Sismo sentido na ilha de S. Miguel - Atualização do COMUNICADO Nº 268/2019

 

Centro de Informação e Vigilância Sismovulcânica dos Açores (CIVISA) informa que às 19:33 (hora local = hora UTC), do dia 2 de abril foi registado um evento com magnitude 2,8 (Richter) e epicentro a cerca de 6 km a NNW de Ribeira das Tainhas, ilha de S. Miguel.

De acordo com a informação disponível até ao momento o sismo foi sentido com intensidade máxima IV (Escala de Mercalli Modificada) em S. Pedro, Ribeira Seca, Ribeira das Tainhas e Ponta Garça (concelho de Vila Franca do Campo), e em S. Brás, Porto Formoso e Maia (concelho da Ribeira Grande). O evento foi ainda sentido com intensidade III/IV em Água d'Alto (concelho de Vila Franca do Campo) e nas Furnas (concelho da Povoação).

O CIVISA continua a acompanhar o evoluir da situação, emitindo novos comunicados caso necessário



O Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores recomenda que sejam tomadas as seguintes medidas de autoproteção:

SISMOS
• Mantenha a calma e conte com a ocorrência de possíveis réplicas;
• Não acenda fósforos nem isqueiros, pois pode haver fugas de gás;
• Observe se a sua casa sofreu danos graves e saia imediatamente se suspeitar que não oferece condições de segurança;
• Caso duvide da integridade dos circuitos de gás, eletricidade ou água, desligue-os imediatamente;
• Nunca utilize os elevadores;
• Confirme a validade do seu Kit de emergência e reveja o seu conteúdo com o seu agregado familiar;
• Verifique se existem feridos e, se necessário, preste os primeiros socorros;
• Tenha cuidado com vidros partidos ou cabos de eletricidade. Evite ferimentos protegendo-se com vestuário adequado;
• Limpe imediatamente os produtos inflamáveis que se tenham derramado;
• Se puder, solte os animais domésticos, pois eles cuidam de si próprios;
• Afaste-se das praias porque pode ocorrer uma onda gigante (tsunami);
• Ligue o rádio, fique atento às recomendações difundidas e não contribua para a divulgação de boatos;
• Siga sempre as recomendações dos agentes das autoridades presentes, eles estão nos locais para o ajudar;
• Assim que oportuno, verifique a validade dos seguros da sua casa e viatura e certifique-se que têm cobertura para fenómenos sísmicos.
Imprimir