Nota Informativa

Nota Informativa 10/2019

  • 01, Outubro de 2019 às 10:56

O Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores, face à passagem do Furacão Lorenzo pelos Açores, reproduz  o Comunicado n.º 8, emitido pelo Instituto Português do Mar e Atmosfera:

Hoje, às 09:00 UTC (01 de Outubro), o furacão Lorenzo - categoria 2 na escala de Saffir-Simpson*, encontrava-se a aproximadamente 1000 km a sudoeste da ilha das Flores, deslocando-se para nordeste a uma velocidade de 35 km/h.  

Mantendo-se as previsões da trajectória o centro do furacão deverá passar com categoria 1, na quarta-feira (dia 2 de Outubro), ligeiramente a oeste das Flores afetando especialmente o grupo Ocidental. Contudo, todo o arquipélago sentirá efeitos do furacão Lorenzo.

Desta forma prevê-se: 

Grupo Ocidental – vento sueste rodando para noroeste com rajadas na ordem dos 190 km/h (com uma probabilidade de 40% de a rajada máxima ser superior a 200 km/h), chuva por vezes FORTE e ondas de sul, passando a sudoeste com altura significativa entre 10 a 15 metros, podendo a altura máxima de onda atingir os 25 metros. 

Grupo Central - vento sudoeste com rajadas até 160 km/h, períodos de chuva e ondas de sudoeste passando a oeste com altura significativa entre 9 a 12 metros, podendo a altura máxima de onda atingir os 22 metros. 

Grupo Oriental – vento sul rodando para oeste com rajadas até 100 km/h e ondas de sudoeste com altura significativa 7 a 9 metros. 

 

[Novo comunicado será emitido dia 01 de outubro às 21h00 (Hora local dos Açores)]. 

*Escala de Saffir- Simpson: Utilizada como medida da intensidade de um furacão; Varia de 1 a 5 sendo 5 o mais intenso.  

 

Sugere-se o acompanhamento da evolução da situação meteorológica através da página do IPMA (www.ipma.pt) e que sejam tomadas as seguintes medidas de autoproteção recomendadas pelo Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores, nomeadamente:

• Corte ou pode as árvores próximas, que apresentem risco de queda. No caso de árvores de grande porte ou que não sejam propriedade sua, informe os serviços da sua autarquia;

• Mantenha limpos os sistemas de drenagem, bem como, os adjacentes à sua residência. Caso tenha conhecimento de uma situação que possa provocar danos, alerte as autoridades competentes;

• Guarde os objetos soltos do jardim e o caixote do lixo ou outros que possam ser projetados pelo vento. Um objeto, mesmo que leve, projetado por vento forte pode causar grandes prejuízos materiais e acidentes pessoais graves;

• Abrigue os animais, particularmente os domésticos, pois são extremamente sensíveis a temporais;

• Se verificar que existem infiltrações, barulhos estranhos ou fendas nas paredes, contacte as autoridades. Pode ter de abandonar a sua residência;

• Siga sempre as recomendações do Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA), disponíveis em www.prociv.azores.gov.pt

Imprimir