SRPCBA

ENTREGA NOVAS AMBULÂNCIAS A CORPORAÇÕES DE BOMBEIROS

  • 02, Novembro de 2018

O Presidente do Governo entregou hoje a associações de bombeiros voluntários de São Miguel as primeiras novas ambulâncias de um conjunto de 30 destas viaturas, que representam um investimento de cerca de 1,5 milhões de euros para reforçar a capacidade de resposta da Proteção Civil. “Estas ambulâncias fazem parte de um conjunto de 30, relativamente ao qual será hoje mesmo mandado publicar o concurso público internacional para a aquisição das restantes 22”, que serão posteriormente atribuídas às restantes corporações dos Açores, anunciou Vasco Cordeiro. O Presidente do Governo falava na atribuição de um primeiro lote de oito novas ambulâncias de socorro às corporações de Ponta Delgada, Ribeira Grande, Vila Franca do Campo e Povoação, que inclui também viaturas para as corporações de Angra do Heroísmo e Praia da Vitória. Vasco Cordeiro adiantou que este investimento em novas viaturas se integra nos “objetivos de melhorar a capacidade de resposta do Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores, em concreto, na componente de emergência pré-hospitalar”. Relativamente aos critérios de atribuição destas novas viaturas de socorro, foi tido em conta o atual estado da frota de cada uma das corporações, as suas condições de operacionalidade, assim como o universo da população que é servida por cada uma delas. Segundo garantiu o Presidente do Governo, do ponto de vista da Proteção Civil, o relacionamento com as associações de bombeiros voluntários dos Açores “não se esgota nesta componente dos equipamentos”, abrangendo também outras áreas, como o financiamento. “Com efeitos a 01 de julho deste ano, temos programada a aplicação de um reforço de 10 por cento aos pagamentos de transporte urgente de doentes. Isso permitirá que o nosso financiamento aos bombeiros voluntários da Região, nesta componente, ascenda a cerca de 3,5 milhões de euros”, referiu o Presidente do Governo. Na ocasião, Vasco Cordeiro adiantou, por outro lado, que a revisão do Plano Regional de Emergência de Proteção Civil será apreciada nos próximos dias, em Conselho do Governo. A revisão do Plano Regional de Emergência foi um “processo que teve um percurso bastante minucioso de dissecar as opções que, neste documento, se concretizavam e que visa dotar a Região de uma melhor capacidade para responder a situações” de acidente grave ou catástrofe, salientou Vasco Cordeiro. Adiantou também que o Sistema Integrado de Operação de Proteção e Socorro (SIOPS) será uma das matérias que estará em análise no Conselho do Governo. “Trata-se, do ponto de vista concreto e prático, de definir um conjunto de procedimentos de articulação de todas as componentes desta resposta, habilitando a Região a uma maior e melhor capacidade para lidar com situações imprevistas”, adiantou Vasco Cordeiro. Nesta cerimónia, Vasco Cordeiro deixou ainda o reconhecimento e apreço, não apenas aos órgãos sociais das associações de bombeiros voluntários da Região, mas “também a todos aqueles que, no dia-a-dia, fazem com que o SRPCBA esteja devidamente habilitado, no terreno, para cumprir a sua função”. “São eles, no fundo, os grandes obreiros desta capacidade de resposta e, por isso, deixo aqui, em nome do Governo, o meu reconhecimento e a minha homenagem a todos os bombeiros dos Açores”, afirmou Vasco Cordeiro. GaCS/PC

Imprimir