SRPCBA

“Exercício Touro é de extrema importância para a Região”, afirma Teresa Machado Luciano

  • 06, Julho de 2019

A Secretária Regional da Saúde destacou hoje a importância do exercício 'Touro 2019', organizado pelo Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA), que decorre até domingo na ilha do Pico.

“É de extrema importância para que todos os meios e entidades envolvidos possam treinar uma resposta rápida e eficaz no socorro à população”, afirmou Teresa Machado Luciano, em declarações aos jornalistas, na Madalena.

A Secretária Regional frisou que as entidades com responsabilidade na área da Proteção Civil têm de estar preparadas para situações como, por exemplo, sismos de origem vulcânica, cenário que está a ser simulado na quinta edição deste exercício.

Desde sexta-feira que está a ser testada, na ilha do Pico, a eficiência, rapidez e resposta dos diferentes agentes de Proteção Civil e entidades com especial dever de colaboração, assim como a sua coordenação e desempenho em situações de acidente grave ou catástrofe.

A titular da pasta da Saúde, que esteve acompanhada pelo Presidente do SRPCBA, Carlos Neves, assistiu durante esta tarde ao desenrolar das operações, nomeadamente à simulação de um naufrágio de embarcação turística e de uma explosão num hotel, na Madalena.

Teresa Machado Luciano também visitou o Posto de Comando Operacional, que está instalado no quartel dos bombeiros de São Roque do Pico, onde é avaliado o decorrer das operações pelo Comandante das Operações de Socorro.

No exercício 'Touro 2019', para além dos sete corpos de bombeiros do Grupo Central, estão envolvidas as direções regionais da Saúde, da Habitação, das Obras Públicas e Comunicações, do Ambiente, dos Recursos Florestais e dos Assuntos do Mar, assim como o Laboratório Regional de Engenharia Civil, o Instituto de Segurança Social dos Açores, o Instituto Português do Mar e da Atmosfera, o Centro de Informação e Vigilância Sismovulcânica dos Açores e a Portos dos Açores.

O exercício envolve igualmente as câmaras municipais da Madalena, de São Roque do Pico e das Lajes do Pico, através dos serviços municipais de Proteção Civil, o Comando Operacional dos Açores, através dos seus diferentes ramos e valências, bem como a PSP, GNR, Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, associações de radioamadores, Associação Guias de Portugal, Junta Regional do Corpo Nacional dos Escuteiros e Escuteiros Marítimos, Associação de Escoteiros de Portugal e Capitania do Porto da Horta.

GaCS/SRS

Imprimir