SRPCBA

Governo dos Açores entrega nova viatura SIV na ilha Terceira

  • 08, Janeiro de 2020

A Secretária Regional da Saúde afirmou hoje, em Angra do Heroísmo, na entrega de uma nova viatura de Suporte Imediato de Vida (SIV), que este investimento vai garantir “mais segurança para o socorro às populações, que é a nossa missão principal, e também para os profissionais de saúde”.

Com o recente investimento de 90 mil euros em três viaturas, os Açores passam a contar com oito veículos SIV, melhorando a frota e criando uma bolsa de reserva, para assegurar que “estamos sempre preparados para o socorro às populações”, salientou Teresa Machado Luciano.

Uma das três novas viaturas SIV foi entregue, no final de 2019, em Ponta Delgada, e a terceira será entregue no concelho da Ribeira Grande, que verá os seus meios reforçados ainda este mês.

No âmbito dos investimentos já concretizados, referência ainda para a aquisição pelo Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA), no último ano, de dois monitores de sinais vitais, no valor de 50 mil euros, aumentando para oito as viaturas equipadas com estes recursos.

Em 2019, as viaturas SIV foram ativadas 2.971 vezes, das quais 1.183 em Ponta Delgada, serviço que atingiu o maior número de intervenções, e 852 na ilha Terceira.

O serviço SIV, criado em 2012, cobre atualmente 12 concelhos das ilhas de S. Miguel, Terceira, Faial e Pico, num total de 114 profissionais, dos quais 25 na ilha Terceira, divididos entre enfermeiros e tripulantes de ambulâncias de socorro.

À margem da cerimónia de entrega da viatura no Hospital de Santo Espírito da Ilha Terceira, Teresa Machado Luciano afirmou que a ilha do Pico apresenta uma “situação otimizada”, com a viatura SIV em pleno funcionamento.

Relativamente às obras de beneficiação do Centro de Saúde das Lajes do Pico e na sequência da deteção de vulnerabilidades na estrutura de suporte da cobertura, referiu que “tem de ser feito um concurso para a mudança do teto e depois continuar a obra, tudo sempre em segurança e em prol da população”.

O Suporte Imediato de Vida visa garantir o transporte rápido de uma equipa multidisciplinar ao local onde se encontra o doente, tendo como objetivo a prestação de cuidados de saúde para a estabilização pré-hospitalar.

Este serviço assegura também o acompanhamento médico durante o transporte de doentes críticos, vítimas de acidente ou doença súbita, em situações de emergência.

GaCS/SRS

Imprimir